Mães que amam demais


Eu sou uma mãe que ama demais. Mães que amam demais; amam errado. Amam sufocando. Amam não deixando viver.

Tem um bom tempo que estou tentando amar certo. Por vezes, esqueço e me pego tentando viver a vida por ela.

Marido sempre reclamou dizendo:

-Vê se para de me tratar, também, como filho. Não quero ser teu filho. Quero ser tratado como marido.

Estou tentando melhorar isso. Ser assim é ruim tanto para os que me cercam quanto para mim. Ser assim é ruim demais.

Comentários

  1. Oi, Iza!
    Cada um ama de seu jeito. Sou contra o que diz a música "Filho Único": "carinho demais faz arrepender". Podemos pecar pelo excesso, mas nunca pela falta! :D
    Beijus,

    ResponderExcluir
  2. Eu não sou mãe mas posso imaginar como é este sentimento. Tenho um pouco disso com o meu sobrinho. Minha mãe é dessas que deixam viver, mas também é mais por causa da minha personalidade de ser mais independente mesmo, acho que se eu fosse um pouco mais ligada na família e contasse tudo pra ela, ela tb agiria mais como mae super protetora. Mas nossa relação não se desenvolveu assim e eu gosto disso;

    ResponderExcluir
  3. Mãe não seria mãe se não amasse assim, rs. Eu gosto que minha mãe seja assim, às vezes. Eu olho pra incondicionalidade do amor dela e de outras mães iguais e rio. Como é lindo ver isso! Chega até a ser visível, de tão intenso que é. Só sendo amor de mãe mesmo pra ser assim.

    ResponderExcluir

Postar um comentário



Postagens mais visitadas deste blog

Amigos Virtuais

Entre Kant e Hegel

Sobre borbolisas e como navegam pelo mundo...