Olá! Como vai você?

Você está lendo o diário de Iza.


Muito obrigada por sua presença nesse blog. Talvez você queira saber mais sobre o que é escrito aquiConto para voce aqui...


É muito importante que você comente as postagens. Ficaria muito feliz!

  • Você comentando podemos trocar experiências
  • Posso aprender mais
  • E estabelecemos uma conversa saudável através dos comentários!)
by

Não somos a medida de todas as coisas

Não existe batalha pior, ou melhor.

Existem guerras que cada um de nós tem de enfrentar e não podemos nos achar parâmetro para nada. Não existe sofrimento pior, ou melhor, do que o nosso.

Cada um tem a medida certa para enfrentar qualquer batalha. Não podemos pegar a régua do nosso sofrimento e medir o sofrimento do outro. Não somos a medida de todas as coisas.

Todo mundo enfrenta ou já enfrentou diversas batalhas na vida. Cada batalha acontece dentro do nosso universo particular, Não somos a medida de todas as coisas. Não há sofrimento maior ou menor.

Eu nunca gostei daquele pensamento da maioria das pessoas onde se diz: “olha ali o sofrimento de fulano”, “aquilo é sofrer mais”. Não existe sofrimento maior ou menor. As réguas para medir sofrimento são individuais.

Nunca vamos conseguir pegar nossa régua de medir e medir o que o outro está passando. O outro pode ter recursos para suportar o que a gente não suportaria e a gente pode ter recursos para suportar o que o outro não suportaria.

Eu fico feliz quando encontro pessoas conseguindo sorrir apesar de tudo o que podem estar passando. 

Tento receber com carinho toda pessoa que chega até mim.

Nunca se sabe o que a pessoa está enfrentando. Não somos a medida de todas as coisas.

2 comentários:

  1. Oi, Iza!
    É preciso entender que a tristeza é um sentimento normal, assim como a alegria. Estamos viciados na alegria, pois achamos que é um sentimento melhor. Precisamos abraçar nossa dor para encontrarmos a nossa "alegria triste" e entender que é preciso viver nossas tristezas para viver as nossas alegrias. Também cair na real, pois muitas das dores humanas são "criadas" pela nossa auto absorção, isolamento e materialismo.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  2. Pura verdade. Nada mais fugitivo do que incorrer nesse mito...

    ResponderExcluir

Não tenha receio de comentar!