Você está lendo o Diário de Iza.

Muito obrigada por estar aqui.


Este é um blog simples, criado por alguém que adora rabiscar na Internet.


Aqui você encontra:

  • Textos simples.
  • Reflexões e ou dúvidas sobre a vida.
  • Evoluções de pensamento!

Saiba mais aqui...

by

Até que ponto a gente permite que sejam sinceros com a gente?

Dia desses (com minhas idas e vindas pelas redes sociais) uma menina disse, de modo muito carinhoso, que não queria me acompanhar mais e nem ler o meu blog, que estava cansada de me seguir, que não aguentava minhas idas e vindas. 

A mocinha (que conheço apenas do mundo virtual) até se desculpou temendo que eu ficasse magoada com o que ela disse. Respondi que não ficava magoada mesmo, que sinceridade e transparência é uma das coisas que mais admiro nas pessoas. 

Como eu poderia ficar magoada com alguém que, de forma educada, foi sincera comigo? Fiquei admirando a moça, mas como é do desejo dela, resolvi não acompanhá-la também. Gosto dela e por isso deixo-a livre. Eu realmente chateio com essas minhas trocas constantes de perfil na Internet. ( Nesse momento sinto vontade de voltar para as redes sociais e por isso só amigos me aguentam ali)

No cotidiano as pessoas já sabem. Comigo tem de falar o que é, sempre. Prefiro uma verdade bem dita do que “doces mentiras” para agradar. E até que ponto a gente permite que sejam sinceros com a gente? 

Eu permito e prefiro sinceridade e transparência sempre, mas na vida encontrei pessoas que se diziam não gostar de falsidade e aí quando foram sinceras com elas, “quase morreram” de mágoa. Não entendo!

Por essas e outras dizem que sou uma pessoa que sempre comete "sincericídeo", ou seja, sempre digo o que penso e exatamente como estou pensando e quando algumas pessoas não gostam do que digo se magoam.  
Isso que sou uma pessoa que tem um modo meigo de falar. Se eu fosse alguém que falasse de modo mais alterado iam querer minha cabeça, eu acho.

2 comentários:

  1. Iza, como uma pessoa sincera que sou, eu tb já lidei com esse tipo de coisa. Tem gente que a gente gosta e sabe que não suporta lidar com a verdade, então é melhor omitir até quando for possível. Eu penso assim, pq nem tudo é para ficar falando por aí.
    Mas eu preciso sempre que me digam a verdade, como prefiro ser sincera com os outros, certamente prefiro que sejam sempre sinceros comigo.

    ResponderExcluir
  2. Eu, tenho que me policiar muito quando falo ao vivo, meu tom de voz,não remete à meiguice, e pode ser interpretado como braveza ou grosseria.... rs A verdade SEMPRE é melhor, por mais dura que seja. beijinho

    ResponderExcluir