Postagens

Mostrando postagens de 2015

O Lado Bom da Vida

Imagem
Não amar e não odiar é a metade da sabedoria. A outra metade é nada dizer e nada acreditar. Schopenhauer

Consciência Negra

Imagem
Como a forma da gente pensar, muda com o tempo! 
Antes eu era a primeira a ser contra as cotas. Imaginava que como não precisei de cotas para entrar, tanto no serviço público quanto na Universidade, todos os outros também não podiam precisar. 
Imaginava que se era bem tratada por alguém, então esse alguém não era racista. Causava-me desconforto um dia como o da consciência negra. 
Hoje eu sei que para corrigir séculos de segregação é absolutamente necessário existir cotas.  Que um negro(a) pode até ser bem tratado(a); mas não são muitas as pessoas que aceitam um(a) negro(a) como genro, nora, cunhado, cunhada, neto, neta... , gerente, administradores, prefeitos, governadores, presidentes... atores principais em novelas, filmes. Isso num país onde a maioria é composta por negros e pardos. 
Hoje eu compreendo que se faça pelo menos um dia de consciência negra, para que coisas assim não aconteçam ou fiquem impunes. É muita maldade pra simplesmente não querer falar sobre isso e seguir a v…

Blog na Escola

Imagem
Minha colega, professora de língua portuguesa, esteve apresentando aos alunos, o mundo dos blogs.
Me convidou para falar para eles, sobre o blog que eu tinha.
No dia combinado, falei um pouco para as turmas em que ela leciona, sobre o blog, e expliquei porque escrevia usando um avatar.  Disse que era muito tímida e não gostava de muita exposição.
Não deu para falar tudo sobre o incrível mundo dos blogs, mas já estão ( os adolescentes ) blogando por aí.
Por conta disso, voltei ao modelo original do blogger, para que os alunos pudessem se identificar melhor.
Minha colega falou que a construção de blog, pelos alunos, faz parte de um projeto que ela vai apresentar na próxima sexta-feira.
Tomara que seus alunos gostem desse mundo blogueiro. Um mundo mais gratificante do que o mundo das redes sociais.

A Paisagem

Imagem
Se tu mostra a paisagem,  a paisagem nunca será, para o outro, o que a paisagem transmite  para ti.

A Porteira

Imagem
Sempre vai depender
de qual lado da porteira
você está.

O arroio

Imagem
Alguns notam o chinelo. O chinelo abandonado na areia!
Outros notam as águas. As águas barrentas do arroio!

Alguém viu o esplendor? O esplendor das árvores ao fundo!
Apesar de todos os chinelos as árvores refletem a luz do Sol. O arroio segue seu curso com suas águas barrentas e chinelos abandonados.

Então, fiz cinquenta anos...

Imagem
Meio século depois, cá estou escrevendo sobre meus cinquenta anos. E quanta vontade eu tinha de fazer cinquenta anos! 
Para mim, que quase morri aos quarenta e cinco, e não tinha certeza se chegaria aos cinquenta, foi muito legal poder completar cinquenta anos com muita saúde. À espera dos cinquenta anos, me senti como uma menina que espera ansiosamente seus quinze anos.
Sabendo que não teria como bancar uma festa, para todos aqueles que eu quero bem, festa com convite e tudo, resolvi encomendar umas guloseimas e sair espalhando para os mais conhecidos que, ia ter bolo aqui em casa para quem lembrasse de mim no dia seis.
Não deu certo. Sobrou muita comida, porque nem todos vieram. Faltou muita gente querida. Eu acho que as pessoas não se animaram a vir sem um convite.
Numa das escolas onde trabalho um colega meu escreveu no mural o convite. Outra colega minha fotografou e me enviou a foto.


Corri para comprar mais salgadinhos, já que parecia que ia ter muita gente na festa. Sobrou mai…

"Uma carta de amor e uma apresentação."

Imagem
Quando minha filha perguntou o que eu queria ganhar no dia das mães, respondi: "Uma carta de amor e uma apresentação." Tinha visto na Escola, as crianças fazendo apresentações para as mães e, entregando bilhetinhos de amor. "Mas, mãe... não sou mais criança. Já tenho tantos anos." Ontem ela cantou para mim, a canção Mãezinha do Céu e, me entregou um bilhetinho de amor. Amei. Lembrei de quando ela era criança.
************
Numa das Escolas onde trabalho, por ser pequena e bem fechada, escolheram para que lá estudassem todas as crianças da Casa de Passagem.  A Casa de passagem é o lugar para onde vão as crianças que, por motivos variados, foram afastadas dos pais.
Uma delas, menina que foi abusada pelo padrasto, não tinha para quem dar a lembrancinha do dia das mães. A mãe também estava presa por ter "supostamente" sido conivente com o abuso.
Quando ela me escolheu para dar a lembrancinha das mães eu fiquei surpresa. 
Existe algo nesta pintura. Alguma cois…

De tudo fica a certeza de que a vida é um sopro e que morrer é "apenas dobrar a esquina".

Imagem
Eu não sabia nada da vida pessoal dele. Dele só sabia das coisas que escrevia com o coração na mão. Da maneira simpática e amiga com que se dirigia para comentar nas páginas desse diário. Ele havia sumido. Fui procurar e me deparei com despedidas na conta dele no Facebook. De tudo fica a certeza de que a vida é um sopro e que morrer é "apenas dobrar a esquina".  Eu entendo a morte como algo ruim apenas para os que ficam. Para os que vão deve ser algo como descanso. Descanso desse mundo onde o que mais se vê é o pranto e o ranger de dentes. Era um escritor. Escrevia sobre muitas coisas. Arthurius ( veja sobre ele aqui ) era um personagem. Um pseudônimo que usava para proteger a privacidade da família. Dos blogs dele o que mais gostava era o Contos Ancestrais.
Nunca esqueci da minha emoção quando ganhei uma camiseta do blog Visão Panorâmica. Deixa um vazio na blogosfera das antigas.

Eu amo ser desenho na Internet

Imagem
Quando eu comecei com esse negócio de escrever em blog, essa foi uma das primeiras fotos de perfil, que usei. Eu amo ser desenho na Internet.  Sendo desenho, ninguém fica sabendo de que cor a gente é, que idade a gente tem. As pessoas que nos visitam, visitam por causa das ideias que a gente compartilha, e só. Estou aproveitando o período que o João está envolvido com as caixas de abelhas que ele cria para organizar meus perfis por aqui.
Quando penso nas coisas que escrevo aqui, penso que quero ser lembrada como uma menina na janela. Sinto-me tão bem assim.  Não sei porque fico trocando.

O medo que paralisa

Imagem
Deixei de fazer muita coisa na vida, por causa dos medos que tinha. Eu penso que, mesmo nas situações mais corriqueiras, o medo ( em maior ou menor escala ) está sempre presente. Uma das coisas que sempre tive medo era das relações interpessoais. Um medo paralisante de ter uma relação mais íntima com as pessoas. 
Por incrível que pareça só senti a vida como ela é, quando voltei a morar na minha cidade pequena. Antes, na cidade grande, eu criei uma espécie de "redoma de vidro" quando saia para o trabalho e não ficava sabendo de nada, nem do que pensavam de mim. Aqui, na cidade pequena, não tem como não ficar sabendo das coisas e foi aí que notei meu medo de aproximação das pessoas.
É incrível como, para muitos, é fácil se aproximar da gente com um sorriso e por trás falar mal. Por que não falam para a gente? Deve ser por causa do medo, também. O medo paralisa porque está por trás de todas as nossas ações e reações.

Nem todo mundo gosta de aparecer em foto.

Imagem
Nem todo mundo gosta de aparecer em fotos. Tem épocas que gosto e outras épocas que não gosto. Se estou fazendo pose, eu gosto. Se me pegam de surpresa, não gosto. O pior do aparecer em fotos é quando a gente vai numa reunião qualquer: de aniversário, de trabalho ou algo semelhante e, tiram fotos da gente nas piores posições possíveis. Logo depois, descarregam a câmera no Facebook.
Comigo aconteceu duas vezes, ou seja, duas vezes que eu vi. 
Na primeira vez que vi algo semelhante eu estava numa festa. Uma conhecida tirava fotos aleatórias dos parentes dela. Eu soube que os parentes dela ficaram furiosos por terem sido expostos ( no Facebook ) de tal forma, mas ninguém falou nada para essa minha conhecida.  Talvez ela nem saiba que ninguém gostou. Eu saí nas fotos dela também. Como não tenho intimidade com ela, também não falei nada. Sei, porque contaram, que detestaram que ela despejasse as fotos ali. Daqui para a frente, se em qualquer ocasião ( que eu esteja junto) ela pegar a câme…

Minutos de Sabedoria

Imagem
Na minha escola tem uma mesinha, na sala dos professores, onde fica um livrinho. O livrinho chama Minutos de Sabedoria. Todos os dias, pela manhã, vou ler o livrinho. Dentro dele tem ensinamentos que podemos usar para refletir durante o dia. Eu adoro ler o livrinho. Dele tirei duas passagens que copiei para cá.
"Cada pessoa está num grau diferente de evolução, num degrau diverso da grande subida. Ninguém possui a verdade total, porque a Verdade Absoluta e total é Deus, o Infinito. Nenhum ser finito pode conter o infinito. Busque a Verdade para si mesmo, mas não obrigue ninguém a pensar como você, tanto quanto não gosta que os outros lhe controlem o pensamento." "Contribua, com sua parcela, para tornar mais belo este mundo. Um pequenino gesto, uma ação insignificante, podem melhorar muito o ambiente em que nos encontramos, elevar o entusiasmo de quem está desanimado, reanimar aquele que está desiludido. Um simples aperto de mão confiante faz renascer, por vezes, a corag…

Namorar e ter namorado era algo muito feio.

Imagem
A professora disse para a mãe que a filha dela ( da mãe ) estava namorando. 
A guriazinha não tinha nem cinco anos e o namoro, com outro coleguinha da sala, era apenas de pegar na mão do coleguinha.
Eu não sei o que se passava na cabeça da guriazinha quando disse para a professora que já tinha namorado e que o namorado era o coleguinha de aula. Não sei a ideia que a guriazinha fazia do que seria um namoro.
Só o que sei é que a professora ouviu e, entusiasmada, pensando que a mãe não ia se importar, contou para a mãe num misto de euforia e vontade de fazer graça.
Ninguém compreendeu porque a mãe reagiu daquela forma, dizendo para a professora que não queria - de forma alguma - que a filha dela namorasse ou insinuasse estar namorando naquela idade. E ponto final, disse a mãe. Que a filha era dela e ela era quem sabia a idade certa para a filha pensar em namoro.
A professora só fez se calar. Afinal não tinha acontecido nada demais. O que poderia acontecer entre crianças que ainda nem te…

Uma pessoa que fala muito

Imagem
Sou uma pessoa que fala muito. Diante de uma pessoa conhecida, não consigo ficar calada. Fico calada apenas quando triste ou  emburrada. Se tiver que falar para uma multidão, de improviso, lá estou eu falando.

Ser assim me deixa com uma aflição enorme. Tenho treinado o falar menos e observar mais. Muitas vezes, guardar para nós mesmos o que se pensa ou sente, diante uma situação mais polêmica, é o melhor a fazer. 
Muitas vezes tenho inveja das pessoas introspectivas, pois, assim como elas não conseguem se comunicar facilmente, eu não consigo deixar de me comunicar com as pessoas que chegam a mim. Só deixo de falar quando não gosto da pessoa, e isso fica tão evidente, que fico até constrangida pelo meu modo de ser.

Eu realmente tenho treinado para ser mais introspectiva, tanto em casa quanto no trabalho e na rua.

Gata e os Gatinhos

Imagem
Esta é a Gata. Gata apareceu aqui em casa e não quis nem saber. Foi ficando e ficando e sem percebermos já estávamos, ( eu, marido e filha ) dando ração.
Só que Gata não é castrada . Passava de namoro com os gatos da vizinhança.
O resultado está aqui.
A gente imaginou que quando eles não estivessem mamando mais, as pessoas iam querer adotar. Ninguém quis. Tivemos que ficar com eles.
Agora  a gente fica até com dó de dar os Gatinhos. Eles parecem muito felizes aqui.

Quem lê blog pelo celular?

Imagem
Estava lendo no blog doCatarino sobre templates responsivos e, sobre como as pessoas estão acessando os blogs, mais pelos celulares ou tablets.
Gostei tanto que, pela primeira vez, coloquei um template semelhante, não nativo do blogger,  no meu. Resolvi testar este tipo de template aqui no diário. Ficou mais leve ou não? 
Deixa eu te contar:
Por aqui, as aulas não começam mais no dia nove. Começarão no dia dezesseis. Tudo por causa do atraso devido ao manifesto dos caminhoneiros.

Neste ano as Escolas do Município vão adotar os livros da editora Positivo. Por conta disso ganhamos até agenda da Editora. Acima, uma foto da agenda que ganhamos. E aí? Você Lê blog pelo celular ou não?

"Não há no mundo exagero mais belo que a gratidão"

Imagem
Como disse no texto anterior; eu preciso realmente, me afastar das redes sociais. Se não me afasto, não consigo escrever no blog.

Escrevo para agradecer o carinho daqueles que me acompanham nas redes sociais. Vou estar ausente - como disse no texto anterior - mas carrego todos os bons amigos que conheci, dentro do coração.

 "Não há no mundo exagero mais belo que a gratidão" Jean de La Bruyère
Obrigada por vir me visitar aqui.

Fim das férias - Início de um novo ciclo

Imagem
Amanhã será o primeiro dia de reunião para abertura do ano letivo.
Foi o melhor período de férias que tive. Pude sair com João e ir onde ele fosse. Não fiquei mofando em casa, como nos anos anteriores, enquanto o João estava trabalhando.
Estou escrevendo para dizer que a partir de hoje começo a me ausentar das redes sociais para me concentrar, enquanto na Internet,  apenas no blogger.
Até que me aposente de uma carreira ( veja aqui) vou ter pouco tempo para usar a Internet. Quero usar esse tempo com coisas boas. Blogar é tudo de bom.
Depois eu venho aqui, para continuar contando para você, sobre como sinto, o mundo em que vivo. Aqui ainda é o melhor lugar para contar as coisas que quero te dizer.

Como assim, a blogosfera vai acabar?

Imagem
Sempre quando leio pessoas escrevendo, que a blogosfera vai acabar, logo penso: "de que lado da blogosfera estão falando?"

Olhar de cada um

Imagem
Tão mágico é essa coisa do olhar. Do olhar nos olhos. Eu olho nos olhos sempre.  Daí eu fico pensando que dentro do olhar de cada um se encerra um mundo particular.  Nem todo mundo vê o que a gente vê e, no mais das vezes, não sabemos o que o outro viu.  O mundo é um só. As impressões que temos do mundo é que são infinitas.

Se for só para ganhar mais dinheiro, então não faça.

Imagem
Neste ano, assim que completar cinquenta anos, peço a minha aposentadoria pelo município. Alguns conhecidos e amigos, quando sabem que vou me aposentar sem ter feito uma especialização para ganhar mais dinheiro, pensam que vou cometer uma loucura. 

Até quando o Facebook vai sugar as nossas vidas?

Imagem
Tenho andado na estrada. Por conta disso, nunca estive tão desconectada quanto agora. Dia desses, andando com João, pelas estradas da vida, fiquei pensando que ele está muito certo em não ter e não querer ter facebook. O desentendimento que tive com meu cunhado. Desentendimento porque ele me ligou me dizendo coisas que não faziam parte da realidade e que eu contei aqui, e depois desligou o telefone na minha cara sem que eu pudesse dizer que o que ele dizia não era o que estava acontecendo, aconteceu por causa de coisas que postei, na época no facebook e ele interpretou mal.
Eu queria forçar uma união entre irmãos que nunca existiu. Estava errada em querer forçar união através do facebook. Estava errada em deixar que me xingassem por telefone. A partir daí apliquei as Quatro Leis da Espiritualidade e segui adiante deixando pelo caminho todas as coisas ruins.
Mas, voltando ao Facebook, li um texto muito interessante no YouPix. Destaquei um trecho que achei interessante. O manifesto diz …

Neste mês, comemoro sete anos de blog

Imagem
Neste mês, comemoro sete anos de blog. Apesar deste diário ter sofrido com todo meu "aí não quero mais blogar, então vou apagar o blog", o meu primeiro blog ainda está aqui. Remendado, calejado, desmontado, remontado... mas, ainda vivo.

O que você acha do Facebook?

Imagem
Fiquei pensando nas vantagens e desvantagens da Rede Social.

Trago comigo a certeza de que não se pode confiar em ninguém.

Imagem
"Trago comigo a certeza de que não se pode confiar em ninguém.  Preferia acreditar que não, mas é verdade.  E trago comigo também a certeza que não importa o que você diga, suas palavras sempre serão distorcidas e as pessoas só irão acreditar naquilo que elas quiserem.  E o pior: algumas ainda irão lhe tratar como se nada tivesse acontecido."  Christian V. Louis
Fiquei lembrando do Christian. Um menino que apareceu blogando e desapareceu. Dizia muitas coisas que faziam a gente pensar profundamente.

Finalmente conseguimos acampar nas férias

Imagem
Finalmente conseguimos acampar nas férias. João queria que a gente fosse para o mesmo lugar dos anos anteriores. Eu não quis. Disse que se fosse para o mesmo lugar preferia ficar em casa.

Eu não sabia que tinha transtorno obsessivo compulsivo, até o dia que me apresentaram os blogs, emails e perfis nas redes sociais.

Imagem
Quando lia sobre TOC, era uma coisa que sempre acontecia com os outros. Pensava que estava livre disso. Afinal, eu não fazia nada no cotidiano que caracteriza-se transtorno obsessivo compulsivo. 

Quando eu estufei o peito ela me perguntou porque eu ainda não tinha feito a cirurgia de reconstrução.

Imagem
Tinha uma ginecologista que eu ia até 1998. Não lembro por que tinha parado de ir lá. Sei que tinha resolvido consultar com outras. Ontem, fiquei com vontade de voltar lá. Fazer com ela os exames de rotina. Os tais exames para saber como andam “as partes baixas”. 

Tomara que seja um bom governo, mas já começou meio confuso.

Imagem
Aqui no RS a gente não elege um governador, “deselege” o que está.

Eu era candidata à submissão e fui submissa por muito tempo.

Imagem
Por isso eu agradeço o marido que tenho. Se ele não fosse como é, gentil e cavalheiro, eu teria sido uma mulher submissa, até hoje.

E queriam que ela usasse uma máscara.

Imagem
E queriam que ela usasse uma máscara. Olha só! A maioria usa máscara. Coloca uma máscara! Se negava e saia pelo universo; sem máscaras. De vez em quanto se enganava com aqueles que usavam máscaras para esconder suas brutalidades. Mas não dava importância. Desviava dos mascarados para procurar as pessoas que, como ela, também não usavam máscara nenhuma.

Eu nunca vou entender porque eu anuncio que estou trocando de blog e acabo voltando para cá.

Imagem
Dia desses, no Facebook, o Catarino lembrou que este ano o Blog do Catarinovai fazer sete anos e que este diário é da mesma época.  Sete anos de blog! É muito tempo! Só quem adora blogar consegue ficar todo esse tempo com blog na Internet. Este diário me salvou de uma depressão profunda. Devo muito aos blogueiros que me acompanharam aqui. Na época em que criei o blog eu não me comunicava com o mundo exterior; somente com o mundo virtual. Dizem que escrever alivia a alma. Verdade. Escrever aqui aliviou a minha.
Eu nunca vou entender o motivo pelo qual anuncio que vou trocar de blog e acabo voltando para cá.

Universo Sensível

Imagem
Daí eu fiquei pensando em um nome que significasse a totalidade das coisas que preciso dizer. Ontem levantei pensando em chamar esse blog de Universo Sensível. 
Escrever no blog com nome Universo Sensível me proporciona muito prazer. Universo Sensível significa essa totalidade das coisas que gosto de dizer. 
Por que Universo? Por que sensível? 
Universo é o que habita em nós. Todas as coisas que moram dentro de nós formam o nosso Universo particular.  Universo que carregamos de um lado para outro e reage dentro de nos, conforme as impressões do mundo exterior nos chegam aos sentidos. 
E o meu Universo é sensível. Extremamente sensível.  Dentro dele moram todas as coisas que você possa imaginar. 
 "O que você pensa você cria. O que você sente você atrai. O que você acredita, torna-se realidade…"

Estou em Universo Sensível

Imagem
"As pessoas têm medo das mudanças... Eu tenho medo que as coisas não mudem."  Chico Buarque

Férias

Imagem
Estou em férias da Escola e com uma preguiça enorme de estar na Internet.