Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Como assim, a blogosfera vai acabar?

Imagem
Sempre quando leio pessoas escrevendo, que a blogosfera vai acabar, logo penso: "de que lado da blogosfera estão falando?"

Olhar de cada um

Imagem
Tão mágico é essa coisa do olhar. Do olhar nos olhos. Eu olho nos olhos sempre.  Daí eu fico pensando que dentro do olhar de cada um se encerra um mundo particular.  Nem todo mundo vê o que a gente vê e, no mais das vezes, não sabemos o que o outro viu.  O mundo é um só. As impressões que temos do mundo é que são infinitas.

Se for só para ganhar mais dinheiro, então não faça.

Imagem
Neste ano, assim que completar cinquenta anos, peço a minha aposentadoria pelo município. Alguns conhecidos e amigos, quando sabem que vou me aposentar sem ter feito uma especialização para ganhar mais dinheiro, pensam que vou cometer uma loucura. 

Até quando o Facebook vai sugar as nossas vidas?

Imagem
Tenho andado na estrada. Por conta disso, nunca estive tão desconectada quanto agora. Dia desses, andando com João, pelas estradas da vida, fiquei pensando que ele está muito certo em não ter e não querer ter facebook. O desentendimento que tive com meu cunhado. Desentendimento porque ele me ligou me dizendo coisas que não faziam parte da realidade e que eu contei aqui, e depois desligou o telefone na minha cara sem que eu pudesse dizer que o que ele dizia não era o que estava acontecendo, aconteceu por causa de coisas que postei, na época no facebook e ele interpretou mal.
Eu queria forçar uma união entre irmãos que nunca existiu. Estava errada em querer forçar união através do facebook. Estava errada em deixar que me xingassem por telefone. A partir daí apliquei as Quatro Leis da Espiritualidade e segui adiante deixando pelo caminho todas as coisas ruins.
Mas, voltando ao Facebook, li um texto muito interessante no YouPix. Destaquei um trecho que achei interessante. O manifesto diz …

Neste mês, comemoro sete anos de blog

Imagem
Neste mês, comemoro sete anos de blog. Apesar deste diário ter sofrido com todo meu "aí não quero mais blogar, então vou apagar o blog", o meu primeiro blog ainda está aqui. Remendado, calejado, desmontado, remontado... mas, ainda vivo.