Nem todo mundo gosta de aparecer em foto.

Nem todo mundo gosta de aparecer em fotos. Tem épocas que gosto e outras épocas que não gosto. Se estou fazendo pose, eu gosto. Se me pegam de surpresa, não gosto.
O pior do aparecer em fotos é quando a gente vai numa reunião qualquer: de aniversário, de trabalho ou algo semelhante e, tiram fotos da gente nas piores posições possíveis. Logo depois, descarregam a câmera no Facebook.

Comigo aconteceu duas vezes, ou seja, duas vezes que eu vi. 

Na primeira vez que vi algo semelhante eu estava numa festa. Uma conhecida tirava fotos aleatórias dos parentes dela. Eu soube que os parentes dela ficaram furiosos por terem sido expostos ( no Facebook ) de tal forma, mas ninguém falou nada para essa minha conhecida.  Talvez ela nem saiba que ninguém gostou. Eu saí nas fotos dela também. Como não tenho intimidade com ela, também não falei nada. Sei, porque contaram, que detestaram que ela despejasse as fotos ali. Daqui para a frente, se em qualquer ocasião ( que eu esteja junto) ela pegar a câmera, eu vou me cuidar. A câmera dela é uma arma.

Noutra ocasião em que despejaram fotos minhas no facebook, eu tinha ido a uma reunião. Como tenho intimidade com a pessoa que postou as fotos da reunião no facebook, simplesmente mandei mensagem pedindo para que retirasse fotos minhas que não gostei. Ela ficou de retirar.

Eu fico aqui pensando no quanto determinadas pessoas não tem noção do quanto um número considerável de pessoas que, inclusive, nem estão fazendo pose para fotos, não gostam de ter sua intimidade jogada na Internet. Elas não percebem o quanto estão sendo desagradáveis. Talvez até percebam, mas não se importam se o outro vai gostar ou não.

A foto de perfil que estou usando, significa para mim, uma negação, uma espécie de protesto com relação a fotos expostas na web. Penso que o velho álbum de fotos de familiares, perdeu a razão de ser.  Quando a gente vê, momentos íntimos das pessoas estão rolando por aí. Intimidades que interessam, apenas se temos uma relação mais íntima com as pessoas retratadas ali.

Vivemos numa época em que a maioria de nós gosta de se expor e, na maioria das vezes, por trás da telinha do computador, pessoas que a gente pensa que estão gostando de ver nossas fotos, estão rindo do jeito ( muitas vezes, ridículo ) com que fomos fotografados.