Sobre ser triste

Ninguém compreendia porque eu era uma pessoa triste. 

Nem eu.

Tinha coisas que a maioria das pessoas demora para conseguir ou sofre por não ter conseguido.

Desde muito nova tinha feito dois concursos e passado. Tinha a filha que sempre quis ter e um marido que me amava. Irmãos que me adoravam, amigos que me apoiavam e colegas de trabalho que eram legais comigo...

Um dia eu descobri que, a minha tristeza, vinha da forma como eu enxergava o mundo.  Porque o mundo é como a gente é. A partir do momento que passei a não me identificar ( de forma doentia ) com as coisas do mundo, o mundo na minha volta passou a ser mais leve...

E eu passei a não ter mais as crises existenciais que tinha antes. 

Comentários

  1. Que bom que conseguiste mudar isso na tua vida! Fico feliz! Vim desejar um lindo e abençoado 2017, cheio de tudo que desejares! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito grata com tua presença, Chica querida. Desejo a ti e para os que tu ama, muitas bênçãos neste ano que se aproxima. Beijos!

      Excluir

Postar um comentário



Postagens mais visitadas deste blog

Amigos Virtuais

Entre Kant e Hegel

Sobre borbolisas e como navegam pelo mundo...